Header Ads


Anti comunicador Célio Junior desgasta o governo Amazonino Mendes

AMAZONAS - Nos últimos 30 anos, não se tem notícia de uma comunicação governamental tão ineficiente e antipática, como esta que acontece na administração da Secretaria de Comunicação  Social (Secom), com o jornalista Célio Junior à frente da pasta.

Primeiro, ele se encarregou de afastar os portais de porte médio, mas que tem um alcance médio de três milhões de acessos diários. Na sequência, Célio se trancafiou na Secom, sem disposição para conversar com os blogueiros do Estado, numa prepotência jamais vista por jovens comunicadores e, os antigos também.

Célio priorizou os ditos ‘grandes blogs’, mas que tem a imagem e a credibilidade arranhada e, ‘excluiu’ da pauta do governo, quem dissemina com muita velocidade todas as informações institucionais e factuais do cotidiano político amazonense.

Mas, como tudo tem uma consequência, a antipatia do secretário de comunicação do governo se transformou em martírio para o governador Amazonino Mendes, que viu, de uma hora para outra, dezenas de portais se voltarem contra a sua administração.

Os portais rejeitados pelo secretário Célio Junior passaram a apontar fatos e criar suspeitas nas ações de governo, a tal ponto, que nos últimos quatro meses, o governador mais utilizou os espaços na mídia para se defender, do que para noticiar ações governamentais de cunho social e político.

Mais ainda, na tentativa de agradar o chefe, Célio cometeu o erro de publicar um vídeo, na sua página pessoal, com todos os ingredientes necessários para ser punido por antecipação de propaganda eleitoral fora de época. Em se mantendo no cargo, o governo não precisa de inimigos políticos, o próprio secretário vai se encarregar de enterrar essa administração.

Dai os comentários de que, se a imagem do governador está ruim, péssima, desgastada, enxovalhada, a culpa pode ser muito bem associada à incapacidade profissional do secretário de comunicação Célio Junior.

O Estado já teve uma geração de bons secretários. Entre eles: Leal da Cunha, Haroldo Furtado, Manoel Lima, Elcio Melo, Céles Borges, Lúcia Carla Gama, Cláudio Barbosa, Amaral Augusto de Souza entre outros do mesmo naipe. Mas, igual ao anti comunicador Célio Junior, ainda está por acontecer.

Nenhum comentário:

Mídia Social Ronaldo Aleixo . Tecnologia do Blogger.